quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Serhiy Tkach


Serhiy Tkach (Серге́й Федорович Ткач), nascido em 1953 em Kiselevsk (região de Kemerovo, Rússia) é um ex-investigador de polícia criminal ucraniana, originalmente da Rússia, e um serial killer condenado. Na cidade de Dnipropetrovsk, Serhiy Tkach, de 56 anos, foi considerado culpado de 29 assassinatos (crimes que existem provas substanciais) e 11 tentativas de assassinato. Algumas de suas vítimas tinham sido violentadas. Os relatórios de notícia do último dia de julgamento, diziam que Tkach confessou durante seu depoimento que teria matado de 80 a 100 pessoas em Crimeia, Zaporozhye, Dnepropetrovsk, Kharkov e regiões vizinhas e que ele estava impaciente quando a sentença foi lida. "Ninguém foi capaz de determinar os motivos de suas ações", disse o juiz após a sentença, em comentários divulgados pelos jornais ucranianos. "Primeiro ele disse que queria vingança contra as mulheres porque suas ex-esposas tinham o maltratado. A explicação, em seguida, tornou-se por simples prazer sexual. O fato é que nós simplesmente não sabemos o que levou ele a cometer esses crimes." Tkach trabalhou para a polícia, na Sibéria e usou suas habilidades profissionais para confundir os investigadores, muitas vezes fugindo ao longo das linhas ferroviárias e atirando perfume no chão para confundir os cães.Ele sufocava as meninas, às vezes violentava e em alguns casos também chegou a realizar atos sexuais com os corpos das vítimas depois que elas estavam mortas. Embora Tkach tenha admitido os crimes e muitos exigissem a pena de morte, ele foi condenado à prisão perpétua por crimes cometidos entre 1980 e 2005, Isso porque a Ucrânia aboliu a pena de morte em suas leis nos anos seguintes à independência do domínio soviético, um requisito para ser membro do Conselho da Europa, órgão dos direitos humanos. Depois de se mudar para a Ucrânia, ele trabalhou em diversas coisas desde minas de carvão a fábricas industriais, ele foi casado quatro vezes. Admitiu em depoimento que os assassinatos, que começaram em 1980, era “como caçar os animais", mas não deu nenhuma explicação. Ao longo dos anos, 10 pessoas foram injustamente presos por alguns dos crimes dos quais Tkach foi considerado culpado.Um homem cometeu suicídio na prisão, enquanto outro, que teve a condicional negada, quando finalmente foi solto, se tornou indigente e mendigo. Sabemos de pelo menos que foram condenados por um crime que, posteriormente, Serhiy Tkach confessou . Condenado em 1997, Igor Ryzhkov cumpriu um período de 10 anos . O mais jovem dos presos foi o oitavo Jacob Popovic da cidade região Zaporozhye Velames, que em 2002 foi preso diretamente após investigações do assassinato de uma prima, ele foi condenado a 15 anos . Vitaly Cairo Zaporizhzhya também foi condenado a 15 anos de prisão. Vladimir Svetlichnyi, pai do assassinado da menina Olga Svetlichnaja, de anos, em 2000, se enforcou na cela em Dnepropetrovsk.. Maxim Dmitrenko , condenado a 13 anos, disse que foi forçado pela policia a assumir um crime cometido por Serhiy.O primeiro crime cometido por Serhiy, um assassinato, em 1980, em Simferopol ocorreu quando ele estrangulou e estuprou uma jovem mulher, e telefonou para a delegacia de polícia. Por estar familiarizado com as práticas operacionais da polícia, Serhiy Tkach não deixava vestígios sobre os corpos de suas vítimas: ele tirava toda a roupa e os sapatos, cuidadosamente destruía as provas, deixando a cena do crime sem pontas de cigarro e sucatas, marcas de passo e vestígios de sêmen eram limpos.As meninas eram normalmente levadas às plantações e matagais perto da estrada de ferro e rodovias, considerando que a suspeita cairia sobre alguns caminhoneiros e maquinistas ou viajantes Antes do assassinato ele bebeu um copo de vodka com dimedrolom. Serhiy pressionou a artéria carótida da menina e levou coisas para se lembrar: jóias de ouro, batom, espelho, bolsa e roupas íntimas da vítima . A última vítima de Serhiy Tkach foi Katya Marquises, de 9 anos (na cidade de Zaporozhye). Sergey Tkach foi preso em sua casa em agosto de 2005. Nessa época, ele trabalhava como plantador em uma fazenda.Um processo criminal foi feito contra Serhiy Tkach. Exames forenses foram realizados, como resultado ele foi declarado são Ele caracteriza-se como um indivíduo de características mentais fortemente acentuadas como egocentrismo, frieza emocional, ressentimento, vulnerabilidade, vingança e a incapacidade de estabelecer a longo prazo relações cordiais. Bem como o aumento da irritação e agressividade. Serhiy era casado e tinha quatro filhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

<